Início | Rua da Pousada, 1 4840-030 Campo do Gerês Portugal / (+351) 253 351 339

Notícias

Notícias da Pousada
29 Jan

Sabia que….

Portugal foi classificado como um dos 100 melhores destinos para se visitar em 2014, segundo o ranking da Trivago. Entre os seis destinos portugueses que constam na lista, Peneda-Gerês ocupa o nono lugar a nível mundial e quarto a nível europeu.  Este lugar é também considerado reserva mundial da biosfera pela UNESCO!

Informações gerais acerca de GERÊS
O Parque Nacional da Peneda-Gerês ou conjunto serrano da Peneda-Gerês”, é o único parque nacional de Portugal e situa-se no extremo nordeste do Minho, estendendo-se até Trás-os-Montes, desde as terras da Serra da Peneda até a Serra do Gerês – daí a sua designação -, sendo recortado por dois grandes rios, o Rio Lima e Cávado. Fazendo fronteira com a Galiza, abrangendo os distritos de Braga (concelho de Terras de Bouro), Viana do Castelo (concelho de Melgaço, Arcos de Valdevez e Ponte da Barca) e Vila Real (concelho de Montalegre) numa área total de cerca de 70 290 hectares.

É uma das maiores atracções naturais de Portugal, pela rara e impressionante beleza paisagística e pelo valor ecológico e etnográfico e pela variedade de fauna (corços, garranos, lobos, aves de rapina) e flora (pinheiros, teixos, castanheiros, carvalhos e várias plantas medicinais). Estende-se desde a serra do Gerês, a Sul, passando pela serra da Peneda até a fronteira espanhola.

Inclui trechos da estrada romana que ligava Braga a Astorga, conhecida como Geira. No parque situam-se dois importantes centros de peregrinação, o Santuário de Nossa Senhora da Peneda, réplica do santuário do Bom Jesus de Braga, e o de São Bento da Porta Aberta, local de grande devoção popular.

Fonte: wikipedia
Turismo
Umas férias no Gerês em casas rurais com o seu grupo de amigos, irão proporcionar momentos inesquecíveis. Se gosta de aventura, são muitas as atividades radicais que poderá praticar. Escaladas de montanha, rappel, canyoning, slide, paintball, entre muitas outras. E de noite tem sempre a possibilidade de ir à discoteca ou a um bar beber um copo.

Para um programa mais cultural visite o Santuário de São Bento. Situa-se na freguesia de Rio Caldo e é uma referência religiosa e histórica para todos os minhotos. São feitas peregrinações ao santuário todo o ano e nas datas de 21 de Março, 11 de Julho e 12 e 13 de Agosto são realizadas romarias que conjugam o religioso com o profano. O santuário da Senhora da Abadia é outro local imperdível pela sua beleza arquitetónica e pela história do local. Segundo a lenda, foi fundado por um fidalgo no séc. XII, a quem a Virgem apareceu numa gruta, sendo um dos locais mais antigos da região.

Passe também pela via romana da Geira, um percurso único, e o mais monumental sítio arqueológico da região.

Se a relação com a água é importante para si, então a marina de Rio Caldo é o ideal. Com uma beleza característica, aí são praticados os melhores desportos náuticos. Pode fazer um passeio numa embarcação turística ou então deliciar-se com a gastronomia local num dos muitos restaurantes existentes.

Gastronomia
Na zona do Gerês, os pratos típicos incluem Carne de Cabrito, Bifes de Presunto, Presunto, Enchidos, Papas de Sarrabulho, os Rojões, o Cozido à Portuguesa, Caldo Verde, Pataniscas de Bacalhau, Bacalhau com Migas e arroz de cabidela. Não esquecendo o tão conhecido cozido de feijão com couves da zona de Rio Caldo .

Na doçaria regional incluem-se Bolo de bolacha com doce de ovos, os pasteis de Santa Eufémia, a torta de laranja de Amares entre outros doces conventuais.

Clima
O clima no Gerês é bastante influenciado pela proximidade do mar e a orografia (estudo das nuances do relevo de uma região) complexa. Estes são também os principais condicionantes da dinâmica climática, da Península Ibérica e nomeadamente de toda a área do PNPG.
Como o Gerês se encontra constantemente sujeito aos ventos marítimos e aos transportadores de humidade, que actuam como moderadores das variações térmicas, as serras do Gerês constituem a única barreiras ao ar quente e húmido e provocam, principalmente nas encostas mais viradas a norte, abundantes precipitações.
O PNPG insere-se na região de transição entre as influências atlântica e setentrional e as mediterrâneas e meridionais, sendo assim influenciado por vários tipos de clima:

Clima atlântico
Clima mediterrâneo
Clima continental

O Valor médio de humidade no ar é superior a 85%, a evapotranspiração (perda de água do solo por evaporação e a perda de água da planta por transpiração) real anual é superior a 800 mm e o valor médio do escoamento varia entre 1.400 mm e 1.800 mm.
O numero de dias de precipitação é superior a 100 por ano, ocorrendo frequentemente queda de neve e precipitação oculta. A precipitação anual média é da ordem dos 2.200 mm, sendo no entanto superior em algumas zonas do Parque nomeadamente no Gerês onde atinge os 3.000 mm.

Quanto a temperatura média anual no Gerês, oscila entre + 17º e os +20º C.